Jailana Lima 

ACADÊMICA CORRESPONDENTE 
CADEIRA 167

Jailana Lima, nascida em Fortaleza, Ceará, tem 28 anos e muita arte para contar.  Em 2013 estudou teatro no Laboratório de Talentos com os professores Caio Blat e Silvio Guindane. Fez parte do grupo Catted de teatro e participou de várias peças e montagens teatrais. É musicista e tem como principais instrumentos: a voz, piano e sax, onde fez parte da escola de música do SESI CE. Aventurou-se em produções audiovisuais, tanto como atriz no filme "O Clone de Deus" de Daniel Abrew, quanto em alguns curtas metragens da UFC. Participou em 2014, cantando a canção "café de chinitas" do espetáculo do grupo Tablado de dança flamenca. Descobriu a magia das produções escolares em 2012, quando estreou como diretora musical, preparadora vocal e roterista no seu primeiro musical para o Colégio Ateneu, intitulado "O que eu quero ser?",  seguiu produzindo e dirigindo ano após ano espetáculos musicais "As fases da vida" para a Escola Sesc", "Canções de um jovem", "Protesto ao caos". Em 2017 entrou na Jornada da literatura e se formou em Letras pela Universidade Estadual do Ceará, onde no mesmo ano lançou seu primeiro livro de Poesias intitulado: Ode das estações. Um ano mais tarde, lançou seu segundo livro, um romance, chamado Lugar de ninguém.  Em 2019 estreou como diretora musical,  o musical adulto e infantil 8 ou 80 no Teatro Riomar Fortaleza. Foi finalista do Festival de Música de Fortaleza com a canção "O amor e o tempo" e venceu na categoria poesia e conto no Concurso internacional Alpas 21. Foi convidada à fazer parte da Academia de Letras Alpas 21, onde no mesmo ano, lançou seu livro de contos: O Começo do fim. Além de ter assumido a docência e coordenação de Arte da Escola Sesc Fortaleza.  Além dos livros escritos, participou de 8 coletâneas em território nacional  internacional. Foi pesquisadora de artes em Portugal, Espanha e Inglaterra.   Em 2020, foi nomeada Vice-presidente Brasil da Academia de Letras, Artes e Ciências Alpas 21  e lançou a coletânea de contos discêntes da Escola Sesc Fortaleza. E em 2021, começou Mestrado pela Universidad Europea Del Atlantico, na Espanha. Neste mesmo ano, receberá a comenda literária Alpas 21 e continua sua missão de levar a Alpas 21 além das fronteiras, com a mediação dos eventos online.

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram