ACADÊMICA IMORTAL EFETIVA 
               CADEIRA 47

Liz Rabello

                   Do prazer da escrita sem intencionalidade às asas do voo livre foi um pulo... Menos de oito anos e já tenho vários textos publicados em oitenta e oito Antologias e alguns prêmios. Ocupo uma Cadeira de imortal na ALPAS, uma Academia de Letras de Cruz Alta, Rio Grande do Sul, onde meu Patrono é Olavo Bilac. Outra na ANLPPB, pela qual participo de Congressos, Saraus e Serestas ao luar. Uma terceira na Capital paulista, ALP Academia dos Professores da Prefeitura Municipal de São Paulo, cujo Patrono é Luís Fernando Veríssimo. Estive presente em várias feiras na capital paulista, em Porto Alegre, no Paraná (FLIM de Maringá), duas Bienais em SP, FLIP, em Paraty, onde lancei Rendas do Silêncio e Ximbinha. Também lançados em Pouso Alegre, Minas Gerais e na Décima Bienal de Campos de Goytacazes, no Rio de Janeiro. Fui homenageada em Urânia, por quatro escolas que representaram em murais desenhos baseados no meu Ximbinha. Em Sorocaba, os alunos por três anos trabalharam num Projeto baseado num livro meu "Amor à Primeira Lambida", que virou Sarau e ao final este virou um livro: "Sarau Quatro Patinhas". Tenho uma música criada pelo Samuel Carneiro com letra minha e cinco composições de Sandra Gomes Leal e os Cabras de Baquirivu, da zona leste de SP. Participei de bate-papo na UNISAL, com alunos de Pedagogia. Estive presente no II Encontro do Mulherio das Letras, no Guarujá/SP e no V Encontro dos Poetas da Língua Portuguesa, no Rio de Janeiro. Fiz apresentações em inúmeros saraus em minha cidade, São Miguel, Sorocaba, Campinas, Itu, Rio de Janeiro, Pouso Alegre/ Minas Gerais, Astorga/Paraná, na Pousada Príncipe dos Mares e na Casa de Iaiá, em Paraty.  Saraus Itinerantes na orla de Maceió e ao redor do Lago em Londrina/Paraná. Gosto dos minimalistas: Alanianos, Camaquianos, e, é claro, as tradicionais Trovas. Meu mais recente brinquedinho é criar Poetrix, inclusive lancei um livro infantil SAPECAS S/A. A partir deles, criar Grafitrix. Já me consideram Narradora Visual.  Participo de grupos coletivos de poesias, no whatsapp. Escrevo para o jornal eletrônico da ALPAS 21, Correio da Palavra. Fiz homenagens póstumas a quem muito amei e já foi morar com as estrelas. Recebi em lançamentos amigos, parentes, filhos e abracei meus netos em Saraus. Ganhei flores! Distribuí beijos... E, SINTO DIZER: não vendi quase que nadinha 😏😏😏 Mas que eu tô feliz que tô... Isso tô...

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram